Os Cookies melhoram significativamente a forma com este website funciona. Ao utilizar o nosso website está a concordar com a utilização dos nossos cookies.
+351 808 914 839 admin@lojadoouro.pt

Como saber se o ouro é verdadeiro?

“Nem tudo que reluz é ouro”, diz a sabedoria popular. De fato, algumas coisas não são bem o que parecem. Para tentar identificar o que é realmente ouro e não apenas uma peça banhada ou folheada, deve ter em conta vários factores.


1. Examine a sua peça, procure por marcas

Em primeiro lugar, deve ter em conta que o ouro falso pesa menos que 10 quilates. Para encontrar essa descrição é preciso observar se existe alguma indicação de pureza "cravada" na peça, que deve rondar entre os 10k e os 24k.

Por isso, a caracterização de “ouro verdadeiro” analisa-se através das proporções de ouro presentes na sua jóia. Então, conforme os tipos de ouro:

  • 24 K é o ouro em sua forma mais pura, pouco usado na joalharia
  • 22 K  é composto por 91.6% de ouro fino. Menos comum, mas também permitido na legislação Portuguesa.
  • 19,2 K informa o consumidor que a peça é constituída no mínimo por 80% de ouro. Este toque corresponde ao denominado “Ouro Português”.
  • 18 K é uma peça que de 24 partes 18 são ouro, portanto é uma peça bem composta pelo metal
  • 14 K também é frequente em jóias de ouro e significa que 14 partes da composição da jóia são de ouro
  • 10 K – jóias com essa quantidade do metal nobre são encontrada a preços mais acessíveis. Ideal para quem quer ter peças de ouro variadas para usar no dia a dia.

No entanto, pelo desgaste pode não ser visível, e até mesmo as jóias falsas têm selos que podem parecer reais, então outro teste será necessário.


2. Teste do íman

Como é um metal não magnético, o ouro repele a atracção gerada pelos ímans. Assim, ao aproximar um íman para a peça, se esta for fortemente atraída por ele, então não é ouro. Embora este teste possa ajudar a excluir alguns metais não metálicos, a falta de reacções nem sempre indica a consistência do material, pois alguns metais não-magnéticos são utilizados na falsificação de jóias. Ou seja: não é porque passou no teste do íman que uma peça é, comprovadamente, de ouro. Então, é necessário complementar a análise com outros testes.


3. Teste da densidade

Existem poucos metais mais densos que o ouro. A densidade do ouro puro de 24K é cerca de 19.3 g/ml, o valor mais alto entre a maioria dos outros metais. Medir a densidade das peças ajuda a determinar se o ouro é real. Em regra geral, quanto maior a densidade, mais puro é o ouroPorém, este teste só tem 100% de garantia de funcionamento com jóias sem pedraria ou detalhes a mais feitos em outro material. 

Quais os passos?

  1. Primeiro pesa-se a peça de ouro
  2. Colocar água num recipiente com medidor, sem encher totalmente o recipiente. De seguida anota-se a medida (ml) apresentada no recipiente.
  3. Soltar a peça na água e anotar a nova medida (ml) encontrada.
  4. Para calcular a densidade de uma peça usa-se a seguinte fórmula: Densidade = deslocamento entre massa/volume.
Um resultado próximo de 19 g/ml indica ouro real ou um material com densidade semelhante. Para descobrir se o ouro é real, ele deverá seguir as medidas abaixo:
  • 14K — a cada 12,9g até 14,6g deve deslocar 1ml de água;
  • 18K (amarelo) — 1ml a cada 15,2g a no máximo 15,9g;
  • 18K (branco) — 14,7g até 16,9g devem deslocar 1ml;
  • 22K — de 17,7 a 17,8g para 1ml de deslocamento.

4. Teste em cerâmica

Com recurso a um pedaço de pavimento cerâmico ou prato cerâmico não vidrado, esfrega-se a peça na sua superfície. Se criar uma marca preta indica que a peça não é de ouro, mas se a marca for dourada estamos perante um peça de ouro no seu estado puro.

Embora esse teste seja simples e acessível, pode danificar as peças, pelo que não deve ser feito em casa, mas sim por um profissional da Loja do Ouro.

 

5. Teste com ácido nítrico

O ácido nítrico é um dos métodos mais utilizados para descobrir a pureza do ouro e também da prata. O ouro real não reage ao ácido nítrico.

Porém, devido às dificuldades relativas à aquisição do ácido e aos riscos de segurança inerentes à prática, é melhor deixar esse teste para um profissional da Loja do Ouro. Este ácido é altamente corrosivo!

Para testar a peça, basta limpar a peça com uma flanela, rapa-se levemente a superfície da jóia e aplica-se uma pequena quantidade de ácido nítrico usando um conta-gotas. Após alguns minutos irá aparecer uma cor na zona onde foi deitada a gota: 

  • Se ficar verde, significa que a jóia é apenas banhada a ouro
  • Se ficar esbranquiçado e leitoso significa que é prata folheado com ouro
  • Se não houver nenhuma mudança na cor, provavelmente significa que a jóia é realmente de ouro

Uma jóia de ouro é um investimento grande, por isso é importante ter a certeza de que estamos perante uma peça autêntica. Na Loja do Ouro temos à sua disposição Avaliadores Oficiais, Licenciados pela Casa da Moeda, que podem avaliar gratuitamente as suas peças. Visite-nos numa das nossas lojas espalhadas pelo país, ou contacte-nos para marcação.


 < Voltar

Domingo,Segunda,Terça,Quarta,Quinta,Sexta,Sábado
Janeiro,Fevereiro,Março,Abril,Maio,Junho,Julho,Agosto,Setembro,Outubro,Novembro,Dezembro
Não temos artigos suficientes disponíveis. Existem apenas [max] em stock.
Explore os favoritosRemover os favoritos

Carrinho

Carrinho Vazio

Voltar à Loja

Adicionar nova compra Editar nota de encomenda
Adicionar cupão

Adicionar cupão

O Cupão será aplicado no checkout